Benefícios da Integração de Cabo Verde

Benefícios da Integração de Cabo Verde

 PARA O PAÍS
  • Confere dimensão e acesso mais vasto ao mercado de financiamento pelas empresas nacionais, através de atração de poupança externa de uma região com uma população à volta de 300 milhões de habitantes e com assinalável potencial de investimento. Este facto assume particular relevância atendendo à Estratégia de Crescimento e Redução da Pobreza 2012-2016 (DECRP III) que estabelece o sector privado como o motor da economia.

  •  O Acesso a um mercado mais vasto, confere eficiência aos mercados de capitais, permitindo direcionar recursos financeiros para investimentos produtivos, criar liquidez, diversificação de risco e fomento da poupança.

  • Constitui uma nova abordagem económica, capaz de mitigar os efeitos adversos da conjuntura económica internacional, sem pôr em causa a sustentabilidade orçamental e cambial, ao mesmo tempo que, possibilita aumentar a rentabilização dos investimentos em infraestruturas efetivadas para melhorar a atratividade do país ao investimento privado interno e externo, bem como, a sua competitividade económica.

  • Um mercado de capitais mais ativo por meio da integração, contribui para o desenvolvimento do nosso sistema financeiro, através de uma maior democratização no acesso ao financiamento e possibilidade de financiamento de projetos de dimensão e riscos incomportáveis para o nosso sistema bancário.

PARA A BOLSA
  • Possibilidade do aumento do volume de transações e consequente aumento na liquidez dos instrumentos cotados na Bolsa;

  • Reconhecimento mútuo de prospetos de oferta pública e de admissão de valores mobiliários à negociação em mercado de Bolsa, sendo os mesmos elaborados de acordo com as normas internacionais relevantes;

  • Custódia e Liquidação de títulos estrangeiros. 

PARA AS EMPRESAS
  • Mobilização de financiamento a projetos que o mercado interno não consegue dar resposta, por causa da dimensão e de restrições legais;

  • Maior eficiência na determinação do preço justo do mercado, tendo em conta o aumento da liquidez e a nova dimensão do mercado;

  •  Maior projeção internacional às empresas. 

PARA OS INVESTIDORES
  • Mais alternativa de Investimento, através da oferta de um leque alargado de produtos e instrumentos financeiros, contribuindo assim, para um mercado de capitais mais eficiente;
  • Maior liberdade de escolha dos investidores, favorecendo a diversificação dos investimentos, propiciando por isso, uma maior eficiência na concretização de decisões de aforro e no aproveitamento de oportunidades de investimento;
  • Maior facilidade na partilha de informação, acesso mais rápido às informações sobre os mercados dos países membros, o que permite aos investidores, de uma forma geral, tomarem decisões fundamentadas e conscientes, no que toca a investimentos na sub-região;
  • Maior eficiência na determinação do preço justo do mercado tendo em conta, o aumento da liquidez e a nova dimensão do mercado.
PARA OS OPERADORES
  • Reconhecimento mútuo para o exercício de atividades de intermediação financeira, promovendo uma maior concorrência e eficiência das operações financeiras;
  • Maior acesso das Instituições Financeiras ao mercado primário e secundário de valores mobiliários de Cabo Verde e do país de acolhimento;
  • Melhoria da eficiência do sector financeiro


« voltar

Achada de Santo António n.º 16 C.P. 115/A (+238) 260 30 30/31/32 (+238) 260 30 38 bvc@bvc.cv